Nova Classe C W206

Uma versão totalmente nova do Mercedes C-Class foi revelada, repleta de tecnologia e um interior completamente redesenhado.

Não mudou muito na frente, embora faróis mais finos façam uma diferença…
Ok, então o design do Mercedes Classe C pode parecer que foi desenhado pensando na Classe-A, três minutos antes da hora de casa na véspera de Natal, mas há muitas mudanças em comparação com o carro mais antigo.

Na frente, os faróis estão um pouco mais finos do que antes e há uma nova grade virada para baixo que faz com que pareça que está carrancudo para você. No acabamento da linha AMG, essa grade é feita até mesmo de pequenos logotipos da Mercedes – no caso da estrela gigante de três pontas bem no meio não ser suficiente…

A maior diferença na traseira do novo Classe C são as luzes de freio finas e pontudas, formato inédito no desenho da linha da Classe C.
Na lateral, há menos vincos nas portas, a silhueta é mais lisa, mais fina.

As coisas estão um pouco mais drásticas na parte de trás do Mercedes Classe C para os mais fanáticos – Luzes traseiras arredondadas foram trocadas em favor de unidades mais finas e pontudas que são semelhantes às encontradas no sedã Classe A e CLS, embora o difusor preto se pareça muito com a versão anterior. As pontas de escapamento são cromadas, mas você pode apostar que são falsas.

O interior do Classe C foi inspirado no luxuoso e novo Classe S.
Se o exterior do Mercedes Classe C foi um esforço de design elaborado às 4:59 da tarde de uma sexta-feira, o interior deve ter levado o restante dos turnos do ano. É completamente novo e inspira-se em abundância no Classe S. S. Muito luxuoso e hi-tech.

O design amplo do painel alimenta o console central para criar um efeito semelhante ao de um cockpit. Bem no meio dos dois bancos está um enorme sistema de infoentretenimento (falaremos mais sobre isso em breve), enquanto um display digital para o motorista vem como padrão.

Há mais na revisão do interior do Mercedes C-Class do que apenas aparenta, é ainda um pouco mais espaçoso também. Há mais 13 mm de altura livre na parte de trás, junto com mais 35 mm de espaço para os joelhos. O tamanho do porta-malas do sedã foi aumentado em 45 litros – para 360 litros também, e se você precisar de mais espaço, o novo Mercedes Classe C vem com 490 litros de espaço útil com os bancos traseiros no lugar.

Isso é 30 litros a mais do que você poderia colocar no antigo C-Class Estate, mas cinco litros a menos do que um Audi A4 Avant pode carregar. Vire os bancos traseiros para baixo e haverá espaço para 1.510 litros de bagagem. O que é 15 litros a mais do que o Audi pode administrar.

A maioria dos controles da Classe C estão alojados no sistema de infoentretenimento.
O “velho” Mercedes Classe C parecia que seu sistema de infoentretenimento foi colocado no painel como uma reflexão tardia – um ipad perdido no tempo – mas esse não é o caso aqui. Uma tela vertical de 10 polegadas está integrada no console central como padrão, embora você possa optar por atualizá-la para 12 polegadas, se desejar.

Assim como suas ferramentas habituais aqui – navegação, música, espelhamento de smartphone – você também controla quase todas as funções não dirigidas do carro através do sistema.

Tanto este como o display digital do motorista executam o sistema MBUX da Mercedes que oferece suporte a um assistente pessoal que funciona por controle de voz – um pouco como Alexa ou Google Assistant. Ele se conectará até mesmo aos seus dispositivos domésticos, o que significa que você pode pedir ao carro para ligar o aquecimento central antes mesmo de chegar à garagem, ou pedir uma pizza.

Grande parte da tecnologia no Mercedes C-Class foi filtrada do topo de linha do S-Class, então há muito para derreter sua boca se você for um viciado por Mercedes e/ou tecnologia.O principal destaque aqui é um sistema de direção semiautônomo que pode acelerar, frear e dirigir o carro para você – até velocidades de 130 mph (ideal para a Autobahn, mas não teste isso na BR-116).


Ele funciona com um sistema de câmera de 360 graus para detectar sinais de trânsito e ajustar sua velocidade automaticamente para se adequar a qualquer mudança nos limites também, e até mesmo ajudá-lo a desviar de carros quebrados que você pode não ter visto enquanto viaja a velocidades de até 60 mph.

O sistema de piloto automático adaptável também funciona em uma variedade de estradas, incluindo ao redor da cidade para tornar o tráfego de parada-partida um pouco menos estressante. Também existe um sistema de ‘luz digital’ opcional no Classe C, que é capaz de projetar sinais de alerta na estrada à sua frente.

Uma gama de motores de quatro cilindros estará disponível no lançamento do novo Mercedes C-Class, em versões a gasolina, diesel e híbrido plug-in. Todos os carros possuem uma caixa de câmbio automática de nove marchas como padrão. (aqui no Brasil, jamais Diesel, OK?)O gasolina dá início ao 1.5 litros 170cv C180, com o 204cv C200 a utilizar uma versão mais potente do mesmo motor. A gasolina mais potente, pelo menos até chegarem os modelos AMG, é o C300 de 258cv.

Cada um dos motores do novo Mercedes C-Class apresenta um sistema híbrido moderado como padrão, que dá um pequeno impulso quando você acelera e ajuda a melhorar a economia de combustível, embora um híbrido plug-in full-fat esteja disponível para aqueles que desejam para fazer um pouco mais de direção elétrica.

Apelidado de C300e, esta versão do Classe C liga um motor a gasolina de 204cv a um motor elétrico de 129cv. O último elemento é alimentado por uma bateria de 25,4 kWh e permite que o carro seja dirigido apenas no modo elétrico por cerca de 100km entre as recargas.

Nenhuma palavra oficial ainda sobre as versões AMG de alto desempenho do Mercedes C-Class, mas elas virão com motores híbridos plug-in de quatro cilindros em vez dos antigos V6 e V8 opções. Não desanime com isso, pois é provável que sejam muito mais poderosos.

 

Por CarNow e Dudu Luqueze

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp